March 8, 2014

Encerramento

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 1:26 am
0 votos votar

Após quase 7 anos de atividade esta coluna chega ao fim. Não será mais atualizada. O site www.tevezona.com também será encerrado, em algumas semanas. Os motivos dessa decisão são vários e ficarão reservados. Agradeço aos leitores que me acompanharam, com mais ou menos frequência. E em especial aos que participaram com opiniões e debates construtivos.

Entre erros e acertos o saldo foi positivo. Mas o ciclo do Tevezona se encerra aqui. Estarei escrevendo sobre futebol e conduzindo o Bola Parada. É onde podem me encontrar daqui pra frente. E bola pra frente!!

Acessem o Bola Parada

Gostou? Compartilhe:
« « Meu Malvado Debate|

February 22, 2014

Meu Malvado Debate

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 10:24 pm
3 votos votar

0-bate-bola3Não está longe o dia em que, além das tarjas de classificação etárias, as emissoras terão que colocar um aviso informando a categoria do programa apresentado, se é jornalístico, esportivo, infantil, humorístico, policial… Mas isso será praticamente impossível – assim como limpar a tela da poluição visual que temos hoje. Só que essa impossibilidade se dará pela incapacidade das emissoras em definir o que estão apresentando ao público. Nem elas sabem o que estão despejando em nossas casas. É algo bizarro e indefinido, talvez uma geléia geral.

Um perfeito exemplo disso ocorreu no Bate-Bola 3ª edição, de ontem. Algum “jênio” da ESPN resolveu que essa edição seria mais leve. Levíssima. Haja o que “ajar”. Mas ontem o pessoal passou dos limites. Se é que eles existem. Mas vejam só: O BB3 começou quase normal, Rodrigo Rodrigues apresentando, Donizete “pantera”, chupando uma bala no estúdio do Rio, Alê Brincadeira Oliveira, Calçade e Rafael Oliveira em SP. Em cada bloco um setorista entrava e relatava as últimas de cada clube paulista. Muito bem. Aí foram falar do público dos Estaduais. E meteram um filme de animação no meio. Passaram vários (vários mesmo!) clipes dos Minions. Só pra comparar a bilheteria do filme com a dos clássicos estaduais. Sem esquecer das piadinhas e papos paralelos.

Mas não acabou aí, também tivemos alguns vídeos com quedas de motos. Não estou falando de corridas de motos, mas de tombos nas ruas. No melhor estilo “Cassetadas do Faustão”. Relação com o futebol? Não sei dizer, talvez alguma zoação com o Jameli, outro convidado.

Calma, ainda não falei da seção de rugbi. Chegou o comentarista da emissora e foi tentar falar do torneio que está acontecendo neste fim de semana, Six Nations. Mas ele só tentou, o Alê começou a perguntar dos jogadores com nomes de duplo sentido e que lembram o orgão sexual masculino. (Só o Kid Bengala pra explicar essa fixação do Alê). E o acesso de risadas tomou conta do estúdio. Nem o PR Calçade conseguiu controlar a sobriedade.

Ao final, para coroar a bagaça, encerraram o programa com um pedaço de um episódio do Chaves, onde ele falava de um filme do Pelé. Mas confesso, não consegui captar a relação ou a graça. Aliás, não consegui entender nada. NADA! Mas, se é pra fazer assim, a Disney Sports deveria tirar o Bate-Bola do ar e exibir o filme Meu Malvado Favorito no lugar. O filme inteiro. Faria mais sentido. Mas… O filme não é da Universal??
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Mas vamos combinar uma coisa, a ESPN não é a única que tá fora da casinha. Este problema atinge a maioria das emissoras, abertas e fechadas. Virou praticamente um padrão de má qualidade. E o telespectador que se lasque.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Outro problema recorrente é o nepotismo. Já tratei dele, muito. Mas o título da atual novela das 21h me fez voltar ao tema. A novela faz jus ao título, Em Família. Tá tudo em família. Família, por sinal, é daquelas palavras “nunca antes, na história da televisão brasileira”. Mas a falta de originalidade é o menor dos problemas. O maior é o nepotismo descarado. É um tapa na cara da sociedade!! Não é mesmo, Bob filho?!? Filho, filha, neto, irmão, namorado, esposa, sobrinho, sobrinho fortão… Tá todo mundo na bocada.

Mas vamos ser justos, alguns tem talento. O talento da cara-de-pau!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Já que eu falei no Dat-Son, preciso citar o Corta Pra 18. Já viram a Globeleza da Record? Quero dizer, a Globeleza do Cidade Alerta. E o samba do City Alarm, o que acham dele? É justo que só o Cidade Alerta tenha um samba? O senhor, a senhora, estão acompanhando meu raciocínio? E qual a necessidade, agora eu lhe pergunto… Qual a necessidade de duas globeleza no mesmo clipe? Estão achando que isso é estádio da Copa pra tanto superfaturamento?
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Programa de televisão deveria vir com o prazo de validade impresso no rótulo. Igual requeijão. Já viram requeijão vencido (e mofado)? Pois então… Malhação, nem falo mais. Cansei de criticar a novelinha/seriado aborrecente. O atual produto em decomposição na grade da Globo é o Vídeo Show. Sempre foi fraquinho. Mas, com a falta de concorrentes, quebrava um galho. Agora nem isso. Não custa avisar os “jênios” da Globo. Vai que não notaram o bolor.

Gostou? Compartilhe:
« « A Infiltrada| Encerramento » »

February 13, 2014

A Infiltrada

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 9:40 pm
2 votos votar

Não quis e não escrevi nada sobre o estúpido ato que provocou a morte do cinegrafista da Band, Santiago Andrade. Muito já foi dito e não preciso repetir as mesmas opiniões. O que falta são atitudes, não palavras. E não acredito em nenhuma ação efetiva para coibir novos crimes abomináveis. Ficaremos só com as notas de repúdio e as manifestações de solidariedade. Nada além.

A Band, como não poderia deixar de ser, deu bastante atenção ao fato e ao posterior falecimento de seu funcionário. Ainda mais por não ser este um acontecimento inédito. A única diferença é que os anteriores foram casuais e este foi intencional.

O que me chamou a atenção de verdade foi o comportamento da Record e Globo diante do ocorrido. Assisti o Cidade Alerta no dia anterior ao da prisão do assassino do Santiago Andrade. E, seguindo o padrão puliça news de ser, o programa abusou da imagens do cinegrafista sendo atingido pelo rojão. Repetiram a cena dezenas de vezes. Centenas! Incontáveis! Acontece que depois disso entrou ma matéria sobre uma menina estuprada e agredida por um vizinho. E, enquanto o Marcelo Rezende discursava, exibiram imagens da menina machucada nos braços, ombro, pescoço. Daí o Marcelo ficou “nervosinho” e pediu pra retirarem aquelas imagens, que não precisava daquilo, que só deveriam mostrar o estuprador preso, que aquilo era um programa sério, que não precisavam apelar… Ué, mostrar (centenas de vezes) o cinegrafista sendo atingido pelo rojão, ensanguentado e com o crânio estourado não é sensacionalismo? Qual o nome disso?
127bette_lucchese
Já a Globo, essa tomou as dores do cinegrafista e da classe. Talvez até demais. Tanto que me pareceu ter algum interesse extra e que o assassinato foi apenas um pretexto. Mas tá, fiquei quieto com meus pensamentos. Até que fiz algo raro: Vi o Jornal Hoje (no dia da prisão do assassino). E a Poderosa repetiu o (quase) hábito de infiltrar seus jornalistas em operações policiais. Desta feita foi a repórter Bette Lucchese, infiltrada no avião, acompanhando a prisão e “ganhando” um depoimento do assassino. A Globo fez o que qualquer emissora faria, são todas iguais. O complicado é permitirem. Ou melhor, convidarem a equipe da Globo. Não é a função da polícia garantir exclusividade pra A ou B. Policial é policial e jornalista é jornalista. E é bom que mantenham uma boa distância.

O resultado final é que cada emissora mostrou a sua cara. Uma, sensacionalista ao extremo. A outra, acima de tudo, de todos e da lei.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A Record está desesperada com a Olimpíada de Sochi. Viu que é uma fria (na audiência). O que não é surpresa pra ninguém. Também não é surpreendente que tenha jogado a batata gelada pra Record News. Mas nem a Record² está muito interessada nos jogos de inverno. O mesmo vale pra Band e Band Sports. Acabou que só mesmo o Sportv está dando espaço pro evento.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Se os jogos de Sochi estão mal de audiência, o mesmo vale pro Big Brother. Perdeu até pro tio Sílvio no último domingo. E não tenho visto a mesma repercussão das outras edições. Tanto na internet quanto entre meus contatos. Acho que só vale pelo aspecto financeiro. Ainda é um produto muito lucrativo. Resta ver até quando.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

A Fox Sports melhorou o nível de sua equipe. Alguns contratados prestam, outros… A emissora também diminuiu um pouco o confete e a incansável repetição de bordões. Temos que reconhecer. Mas ainda falta. Em muitos momentos o botão de “mudo” é a única saída. Ou isso ou trocar de canal.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Já tentei ver o programa do Gabeira (na Globo News) diversas vezes. Mas não dá. Os assuntos e o estilo personalista não me agradam. Especialmente as pautas. Num dos mais recentes programas o tema era o nudismo em Tambaba. Coisa que… Já foi explorada 457 vezes na TV brasileira.

Gostou? Compartilhe:
« « Sato Vazio Não Para Em Pé| Meu Malvado Debate » »

February 3, 2014

Sato Vazio Não Para Em Pé

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 9:22 pm
4 votos votar

sabrina sato jovemEu já externei minha opinião sobre a Sabrina Sato (e outros integrantes do Pânico), há um bom tempo. Voltei a abordar o assunto recentemente, quando da ida da Sabrina pra Record. Alguns leitores concordaram, outros devem pensar diferente, sem problemas. Problema de verdade é o da Record. Mais um, pra ser correto.

Levaram a Sabrina sem ter um programa definido, dia, horário ou equipe. Acreditaram que o acaso resolveria tudo. Ou confiaram num daqueles milagres Miojo que acontecem aos milhares nos templos da IURD. Mas televisão não funciona assim. Não basta ter apelo comercial ou fazer sucesso nas redes sociais.

Finalmente, segundo o Ricco e outras colunas, a ficha da Record caiu. Descobriram que a Japa não é a última água de coco do deserto, como muitos diziam (ou dizem). Já não falam mais em botar a Sabrina na briga dos domingos. Muito menos sozinha. Vai precisar de ajuda, muita ajuda. Mais um pouco e vão entender que ela sempre foi uma figurante de luxo, ou elenco de apoio. Era essa a função da Sabrina no Pânico. Isso e tentar fazer alguns merchans. Apresentador de TV está em outro patamar; muito acima. Hoje a Sabrina não está preparada pra função. Talvez nunca venha a estar.

A análise mais óbvia é que a Record errou na avaliação da Sabrina. Avaliou pra mais, como alguns fizeram com as empresas do Eike Batista. Agora a emissora está refazendo os cálculos. E constatando o que um olhar mais atento já havia percebido. E olha que não sou nenhum gênio. Mas também não sou desses jênios que comandam várias emissoras.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Depois de décadas de ensaios e tentativas, finalmente tivemos o momento histérico da televisão brasileira: dois homens se beijando numa novela. O beijo entre 2 mulheres já havia ocorrido numa novela do SBT. O beijo dos homens foi na Globo, muito mais tchurum. Pronto!

Pronto, já saciaram a saciedade brazileira. E satisfizeram o desejo incontrolável de 10 em cada 10 escritores de novela. Vamos passar pra próxima fase do videogame. Que tal uma cena com dois gays lavando a roupa (sem ação de marketing), ou capinando um terreno baldio? Isso sim é inédito na televisão.

Haja hipocrisia!!!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Falando em novelas… Deu a louca na Record. Mudaram o horário de Pecado Mortal. Mas mudar horário de novela não é pecado; nem mortal. Se fosse… Ainda inventaram de meter uma semana com os melhores momentos dos capítulos anteriores. Oh, vida! E, finalmente, a Mel (Anita) Lisboa resolveu chutar o pau da barraca e abandonou a novela.

Já na Globo temos mais uma novela, Plágio Em Família. Tá, tá… O nome é Em Família. Mas na verdade é um plágio, como tudo que o Manoel Carlos escreve. Ô falta de criatividade! Nem pra inventar um título diferente ou pra mudar o nome da heroína. Helena, Helena, Helena… Se ainda fosse a Helena Calil…
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Mais alguns dias e começam os Jogos de Inverno, em Sochi. Não gosto, mas isso é o de menos. Relevante é ver o descaso da emissora oficial dos jogos olímpicos. Quase nada na Record e o mesmo na Record News. Pouco se fala e pouco se mostra. Parece que a Record News vai transmitir algumas modalidades e fazer de conta que.

Os Jogos de Inverno estão tendo espaço de verdade é nos canais Sportv. Exibiram vários torneios preparatórios nos últimos meses. E tem equipe no local, pra garantir uma cobertura básica. O que é a obrigação de quem se compromete a transmitir um eventos esportivo. Um slogan vazio não ajuda em nada. Não é mesmo, dona Record?
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Falando no Sportv… O canal está exibindo uma série bem interessante: Futebol, Uma Viagem. É sobre o futebol (e os costumes) em todos os países que irão participar da próxima Copa. Não vi todos os episódios, mas gostei do que já assisti.

Outra emissora que está com uma programação especial, dedicada à Copa, é a ESPN. Estão reprisando alguns jogos marcantes, tem a série C.O.P.A. e o Histórias da Copa. O Histórias é uma variação do Histórias do Esporte e está muito interessante.

A Fox Sports anda mais devagar, só notei a reprise de finais da Copa. Já o Band Sports… Hummmm… Imagina. Só imagina!!
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Pra fechar: Agora é oficial, a Rede Família vai pro C2 analógico e a Record News ocupa seu lugar no C2 digital. Possivelmente com um canal em HD. A troca é conveniente pras duas emissoras.

Curioso mesmo é o sinal da Record aberto na Claro TV. Abertão, abertão… Resta saber quando a Raposa Esportes 2 vai entrar na Claro TV. O Bem Simples continua ocupando a moita.

Gostou? Compartilhe:
« « Pequenos Negócios, Grandes Coxas| A Infiltrada » »

January 27, 2014

Pequenos Negócios, Grandes Coxas

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 10:52 pm
3 votos votar

Esta coluna será mais curta. E bem mais direta. Até por voltar com assuntos que já estiveram em pauta por aqui. O primeiro é sobre as ações comerciais do Esporte Interativo. A emissora perdeu o foco e/ou alterou seus objetivos. O esporte virou um detalhe insignificante. A atividade principal do canal é a briga comercial e a guerrilha contra alguns desafetos. Guerrilha que já saiu da internet e pode ser vista em faixas que brotam espontaneamente em várias arquibancadas. Faixas tão espontâneas que usam a mesma frase, qualquer seja o estádio (e Estado).

Mas o departamento comercial do Esporte Interativo continua operando de modo pouco nobre. Nada ilegal, como já falei na época do acordo com a Claro TV. Mas os negócios são obscuros e abrem margem para ilações. Na época em que denunciei o acordo com a Claro TV, alguns duvidaram e questionaram os fatos. Mas nenhuma das partes negou a ligação exageradamente próxima. Pois agora o Esporte Interativo realiza uma ação parecida, envolvendo assinaturas da Abril.

O formato da operação lembra o esquema com a Claro, mas sem atacar empresas concorrentes do parceiro. Existe um telefone exclusivo para registrar os assinantes gerados pelo Esporte Interativo, o 0800 7752828. Já o telefone da Abril é 0800 7752193, como aparece na imagem abaixo. Novamente o Esporte Interativo atua como representante comercial de outra empresa.
assinaturas Abril
O crucial neste caso, e em outros semelhantes, é pensar até onde vai a relação comercial entre uma emissora e seus anunciantes. E onde se inicia a promiscuidade. Julguem como desejarem.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Outro fato que abordo constantemente é o caminho trilhado pelo jornalismo de nossas redes de televisão. Não existem limites e tudo é permitido, em nome da gloriosa audiência. Nem mesmo os canais fechados estão livres de práticas e atitudes que pouco lembram o bom jornalismo.

Venho criticando a atual postura da Globo News. Sempre busco um fato e tento usar como exemplo; para embasar minha opinião. Mas hoje não necessito de fatos, tenho ibagens! Imagens do jornalismo sério e investigativo da Globo News. Estão investigando o… a… As coxas da Flávia Oliveira!?!?
flavia oliveira globo news
Lembro da recente frase onde chamei o Em Pauta de Superpop. Tá bem, pois o Estúdio I pode ser o Zorra Total da Globo News. Ou qualquer outra coisa. Qualquer coisa, menos jornalismo.

E não pensem que perco meus dias perseguindo a Globo News ou o Esporte Interativo. São apenas bons exemplos. Bons exemplos de maus exemplos.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
E agora tenho um gráfico bem interessante. É a tabela com os canais pagos mais assistidos em 2013. Como alguns canais gostam de somar a audiência de cada minuto e multiplicar por X dias… Vamos baixar a bolinha e ver a real audiência de cada um. E sem repetir o milagre da multiplicação de telespectadores. Isso é com Jesus.
audiência dos canais fechados
(cliquem na imagem)

Gostou? Compartilhe:
« « Não É Pelos 0,20 – É Muito Mais| Sato Vazio Não Para Em Pé » »

January 20, 2014

Não É Pelos 0,20 – É Muito Mais

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 6:56 pm
2 votos votar

Não quis comentar sobre o conteúdo do Esporte Interativo Nordeste antes de assistir a degustação. Uma degustação bem indigesta. Insossa! Mas vou iniciar a coluna usando o recente comentário do Ramon como gancho. Pois também não entendi a necessidade deste novo canal. Mais da metade da grade é de programas do EI normal, incluindo aí o Kajuru, Planeta Nocaute e tudo o que mais puder ser reprisado. Como alguns jogos da Copa do Nordeste e os Estaduais também passam no EI, o Nordeste fica mais esvaziado ainda.

A decisão lógica seria exibir estes campeonatos no EI normal. Assim como os 2 programas esportivos que o EI NE apresenta. Reforçaria a paupérrima programação do Esporte Interativo. Porém, todavia, isso não traria a receita fácil das assinaturas. A emissora teria que buscar no mercado. E não existem muitos anunciantes interessados. Quer dizer, existe o Governo do Sergipe. Esse tá firme e forte. E com muita verba publicitária.

A constatação indiscutível é que o EI Nordeste segue os passos vacilantes do canal principal. Poucos eventos, e de qualidade discutível, narradores e comentaristas fracos, pouco material jornalístico, links via Skype, estúdios improvisados, cenários toscos, falhas técnicas e muito, muito confete nos próprios ombros. Afinal são o maior canal esportivo do CaraLivro.

Os donos do EI passam os dias nas redes sociais divulgando meias verdades. Editando informações e números – os que interessam. Uma dessas informações diz que a cobrança dos 9,90 é de total responsabilidade da Claro TV. Sim, em parte. A Claro cobra pois o canal tem um custo. Talvez o custo podesse ser diluído na assinatura do pacote HD. Mas o EI Nordeste não está em HD e custa 9,90. E o Esporte Interativo aceitou estas condições da Claro TV. Aceitou e assinou o contrato. Não pode se isentar de responsabilidade.

Outra meia verdade é a notícia do patrocínio da GVT à Copa do Nordeste. Não exatamente o patrocínio, mas a ilação que tentam fazer do fato. Como se isso representasse uma ligação “amorosa” entre a GVT e o Esporte Interativo. Não é bem assim, é só uma cota de patrocínio. Notícia não precisa de maquiagem.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Está em curso a 14ª edição do Big Brother. Não vou repetir tudo que disse nas outras edições. Vou é falar sobre os números que garantem a permanência do programa no ar. A audiência até que ainda é boa. Mas a Globo poderia ter a mesma audiência com outros produtos. Mas não sei se conseguiria vender 6 cotas de patrocínio por 27 milhões. Façam as contas… Mas não são somente 6 cotas, existem centenas de ações de merchandising durante o reality. Eu disse centenas! Os valores dependem do tipo de ação, mas estimo que fiquem entre meio milhão e 1,5 mi, ao dia.

Também devemos lembrar da grana das assinaturas do PPV. E o pacote do Big Brother é o mais caro da TV paga, salvo engano. Ainda existe a rebarba, e a alavancagem de outros produtos da Globo (como o site) e de vários programas. Retorno garantido. E muito lucro pra Globo.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

O Em Pauta tá perto de virar o Superpop da Globo News. Mas nem estou falando das habituais gracinhas e micagens. Dia desses eles exibiram uns vídeos que estão bombando na internet. Num deles um rapaz realizava e depois revelava os truques que fazia. É bom avisar as “meninas” que essa pauta tá bem surrada. É usada por 9 em cada 8 programas de auditório.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Voltando ao caso do EI Nordeste, tenho que ser justo. Não é um caso isolado. Temos dezenas de canais pagos (de todas as programadoras) que mal têm conteúdo pra 2 horas diárias. Vivem de reprises. E da graninha que arrecadam das distribuidoras. Mesmo que sejam 10 ou 15 centavos. Multipliquem isso por 12 ou 15 milhões de assinantes. E por 12 meses. Dá pra pagar um pastel e um caldo de cana.

A única diferença, no caso do EI Nordeste, é que estão pedindo muito mais que 0,10 ou 0,20. E não vale!

Gostou? Compartilhe:
« « Claro Que É Pago| Pequenos Negócios, Grandes Coxas » »

January 13, 2014

Claro Que É Pago

Arquivo em: Coluna — Marco Telinha @ 10:57 pm
0 votos votar

esporte interativoO Esporte Interativo NE já está acertado com a Claro TV – deve entrar enquanto preparo esta coluna. Mas o almoço não será grátis. Após a degustação, o canal vai custar 9,90 por mês. Um valor inexplicável, na Oi TV ele faz parte do pacote básico, sem custo adicional. Também não dá pra entender que o EI NE custe 9,90 quando a Fox Sports, Sportv e ESPN, com muito mais eventos, não são cobrados em PPV. Para um canal novo e que precisa conquistar público, é uma opção antagônica.

Mas a guerrinha com as distribuidoras não acabou, pelo contrário. Diariamente, no meio do Caderno de Esportes, Jogando Em Casa e demais programas, somos brindados com recados incentivando os telespectadores a reclamarem da Sky, Net, e agora GVT, e assinarem outra distribuidora. Então tá, se colar…

Já escrevi sobre essa tática de guerrilha do Esporte Interativo e expliquei os motivos pelos quais discordo da prática. Não vou repetir tudo. São empresas discutindo negócios, eu não ganho nada com isso. Nem com a Fox Sports 2, que será lançado em breve e também está na fase de negociações. Só que agora a Fox resolveu cuidar dos negócios particularmente e deixou o telespectador em paz. Pode ser um bom exemplo pro Esporte Interativo. Ainda mais que a tática atual não vem surtindo o efeito desejado. Nem com os 8 milhões de curtidores no CaraLivro.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Não assisto mais os canais analógicos do C2. Mas recebi uma reclamação de uma pessoa sobre o conteúdo erótico que o Esporte Interativo exibe de madrugada. Está mais explícito que antes. Muito mais, segundo o relato. Se a pessoa tiver filhos, periga passar por uma situação constrangedora.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Entrou um mux da Rede Família no C3. Inclusive com a promessa de um dos canais ser em HD. Muito bem. Acontece que a Rede Família continua ocupando a moita no C2, digital e analógico. A única “novidade” é que voltaram os rumores sobre a Record News entrar no C2 digital. E também com versão HD. Dizem que é pra Fevereiro. Como o canal deve ser ocupado pela Olimpíadas de Sochi, faz algum sentido.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Parece que o Superpop está fazendo escola. Semana passada assisti outra edição do Fritada, no Multishow. E o convidado foi o Alexandre Frota. Na outra havia sido o Vampeta. “Sorte” a nossa é que só os canais abertos são apelativos e exibem lixo.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Ontem assisti outra parte do Divertics. Melhoraram um pouco o nível das piadas. Mas ainda continua parecendo um Zorra Total de luxo. Com o agravante de termos de aguentar o Jorge Fernando e sua mãe a cada 3 minutos.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Também conferi um pedaço do Sabe Ou Não Sabe, na Band. É sofrível. Lembrou um outro game que a Band exibiu recentemente, com um cara “convidando” pessoa nas ruas para participar de uma gincana, com um prêmio ao final. O mais grave de tudo é que a Band pagou por esse formato, do Sabe Ou Não Sabe, e passou quase 1 ano preparando a atração. Só podem estar de brincadeira.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Já falei sobre a nova “linha editorial” do Nat Geo. Nada contra a Fox transformá-lo num canal de variedades e entretenimento. São os donos, façam como quiserem. Só que é bom deixar isso avisado e escolher um novo nome pro canal. Ótimo exemplo disso é o game Os Incríveis, apresentado pelo Cazé Peçanha. Aquilo não tem nada de natural e nem de geográfico.

Gostou? Compartilhe:
« « Sandra Garcia e Milena Ferrari| Não É Pelos 0,20 – É Muito Mais » »

Page 1 of 7912345102030...Last »

Produzido por Tevê Zona       Future Google PR for tevezona.com - 3.17